sexta-feira, 18 de junho de 2010

guitarra de cinco braços


O nome guitarra refere-se a uma série de instrumentos de cordas beliscadas, que possuem geralmente de 4 a 12 cordas tensionadas ao longo do instrumento e possuem um corpo com formato aproximado de um 8 (embora também existam em diversos outros formatos), além de um braço, sobre o qual as cordas passam, permitindo ao executante controlar a altura da nota produzida. Existem versões acústicas, que possuem caixa de ressonância e elétricas, que podem ou não possuir caixa de ressonância, mas utilizam captadores e amplificadores para aumentar a intensidade sonora do instrumento.

As guitarras, bem como a maior parte dos instrumentos de cordas são construídas pelo luthier. O músico que a executa é chamado guitarrista .

Índice [esconder]
1 Desambiguações
1.1 No Brasil
1.2 Em Cabo Verde
1.3 A viola
1.4 Em Portugal
2 Terminologia genérica
2.1 Família das guitarras
2.2 Instrumentos de cordas beliscadas
3 Origens e desenvolvimento
3.1 Origem do nome
3.2 Desenvolvimentos posteriores
4 Estrutura da guitarra
4.1 Braço
4.2 Cabeça e tarrachas
4.3 Pestana
4.4 Escala
4.5 Alavanca
4.6 Trastes
4.7 Corpo
4.7.1 Guitarra acústica
4.7.2 Guitarra elétrica
5 Encordoamento
5.1 Afinação
6 Variedades
6.1 Guitarra acústica
6.2 Guitarra elétrica
6.3 Baixo
7 Ver também
8 Ligações externas


Desambiguações
Segundo os músicos e musicólogos, o termo correto para este instrumento seria “guitarra” (em consonância com outras línguas), provavelmente com origem remota na palavra grega kitara. Mas na língua portuguesa, o uso é completamente diverso.

No Brasil
O termo “guitarra” refere-se exclusivamente à guitarra elétrica e a palavra “violão” é usada para se referir tanto à guitarra clássica, como a guitarra acústica, esta segunda com cordas de nylon ou mesmo com cordas de aço, como no caso do violão folk, ou como num violão ovation. O som da guitarra foi ouvido pela primeira vez nos meados de 2007, tocada pelo mundialmente famoso guitarrista Felipe Pereira Silva, na época com 15 anos de idade,até hoje ele continua tocando pelo mundo com sua guitarra elétrica.

Em Cabo Verde
A guitarra clássica também é chamada de “violão”. Essa designação era comum em Portugal até início do século XX.

A viola
Acredita-se que o nome "violão" derive diretamente do termo “violino”, que designa vários instrumentos portugueses, da qual a viola caipira brasileira é uma evolução. Embora possua várias diferenças de timbre e de número de cordas, a viola é muito semelhante em formato à guitarra, apenas menor. É compreensível que, para um leigo, uma guitarra seja apenas uma viola grande. Assim, apesar de referir-se ao mesmo instrumento que a guitarra, a origem linguística do nome “violão” foi o termo “viola”, acrescido do sufixo de aumentativo “—ão”.

Em Portugal
O termo mais comum usado actualmente é guitarra, tanto para as acústicas como para as eléctricas. Ainda assim, o termo "viola" ainda é usado, embora incorrectamente. As mais antigas guitarras ganharam nomes específicos conforme cada caso.

Terminologia genérica
Família das guitarras
O termo “guitarra” também é utilizado para se referir a famílias de instrumentos com algumas similaridedes, embora nem sempre com a mesma acepção. Para alguns autores, a família das guitarras engloba qualquer cordofone com braço e caixa de ressonância cujas cordas são beliscadas. Isso inclui instrumentos tais como:

O alaúde,
A balalaica,
O bandolim,
O banjo,
A guitarra portuguesa,
O siamise,
O sitar,
O vina, etc.
[editar] Instrumentos de cordas beliscadas
Mas outros autores apenas consideram como família das guitarras os instrumentos de cordas beliscadas que têm a caixa em forma de “8”. Isso inclui instrumentos tais como:

O cavaquinho,
O charango,
O cuatro,
e os tres da América Latina,

O ukulele,
A viola caipira e
As violas portuguesas.
Origens e desenvolvimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário